quinta-feira, 26 de julho de 2012

Dia Internacional da Mulher Negra Latino-Americana e Caribenha.


Ser negra, não se limita apenas em ter melanina fotoprotetora, é além de ter sido quem satisfazia sexualmente os senhores do casarão, é muito mais que um passado de escravidão.

Ser negra é ter garra, é ter samba no pé, e o sorriso mais lindo do mundo!
Mas a raça não vai nos garantir nada, se no nosso meio ainda existir ignorância. Se a minha raça julgar a sua raça , ela perde toda a essência.

Sejamos livre, para que haja paz!

Abraço.
Aline Cristina

2 comentários:

  1. Data muito bem lembrada, querida!

    Beijocas

    ResponderExcluir
  2. Não sabia dessa data, muito importante.
    Beijinhos
    Nai Melo

    ResponderExcluir